O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, manifestou hoje (9) sua felicidade com as notícias sobre da libertação de presos políticos em Cuba. Amorim também parabenizou a Igreja Católica pelas negociações com o governo cubano.

“Ficamos felizes com as libertações”, afirmou o chanceler, em entrevista coletiva concedida em Pretória, África do Sul. “A Igreja mediou sem ser acusada de ingerência.”

Amorim acompanha o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em sua viagem oficial à África. Nesta manhã, Lula foi recepcionado pelo colega sul-africano, Jacob Zuma.