Passageiros atearam fogo à cabine do maquinista de um trem da SuperVia, por volta das 19h45 dessa quarta-feira, 11, na estação de Bonsucesso, na zona norte do Rio de Janeiro. A confusão começou após uma pane numa composição que seguia da Central do Brasil (Centro do Rio) em direção à Saracuruna (Baixada Fluminense), na altura da estação Penha Circular (zona norte do Rio), por volta das 18h15, pico da volta para casa.

 

O problema mecânico prejudicou a circulação no ramal Saracuruna. Revoltados, passageiros que lotavam as plataformas de embarque e vagões de trens parados no ramal depredaram pelo menos três estações: Triagem, Penha Circular e Central do Brasil.

 

De acordo com a SuperVia, concessionária que opera os trens suburbanos na Região Metropolitana do Rio, o fogo no trem que estava em Bonsucesso foi controlado às 20h10 pelo Corpo de Bombeiros. Cinco minutos depois, a circulação no ramal Saracuruna começou a ser retomada, com atrasos. Às 20h40m, saiu o primeiro trem da Central do Brasil com destino a Saracuruna.

Por volta das 20h, policiais do Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer) prenderam duas pessoas em flagrante tentando incendiar um trem na estação Central do Brasil. O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia (Lapa).

Problemas frequentes

Na semana passada, o funcionamento dos trens sofreu problemas por três dias consecutivos. Na ocorrência mais grave, na manhã de terça (03), passageiros atearam fogo a um trem que estava parado na estação Quintino (zona norte do Rio), devido a um problema mecânico que parou a circulação no ramal Santa Cruz (zona oeste do Rio).