Brasília – Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem até um salário mínimo por mês começaram nesta sexta-feira (25) a retirar o benefício de janeiro na rede bancária. Por enquanto, são pagos apenas os que têm cartões com final 1. Para os cartões com final 2, o pagamento começa na próxima segunda-feira. Pelo calendário do INSS, a cada dia aumenta um número, de modo que até quinta-feira (31) sejam pagos todos os 8,5 milhões de benefícios até final 5 – o valor total é de R$ 2,9 bilhões.

No dia 1º de fevereiro (sexta-feira), o INSS dará continuidade aos pagamentos para quem recebe até R$ 380,00 e tem cartão com final 6, desconsiderando-se o dígito. Na mesma data, o INSS começa a pagar as aposentadorias e pensões acima do salário mínimo para os cartões com final de 1 a 6. O cronograma de pagamentos será interrompido durante o carnaval, com retorno de desembolsos entre os dias 7 e 12 para todos os benefícios.

Ao todo, o INSS estima repetir em janeiro o desembolso de dezembro, que foi de R$ 13,6 bilhões para cobrir 25,1 milhões de aposentadorias e pensões. Esse valor deve se repetir nos meses seguintes, com o INSS liberando os pagamentos nos cinco últimos dias úteis de cada mês — para cartões até final 5 e valor máximo de R$ 380,00 ?- e nos cinco primeiros dias úteis do mês posterior ao benefício para todas as faixas de renda. As dúvidas podem ser esclarecidas na Central 135 do INSS, com o número do benefício ou pelo Número de Identificação do Trabalhador (NIT).

A assessoria de Comunicação Social do Ministério da Previdência Social explicou, em nota à imprensa, que, embora o piso constitucional seja de um salário mínimo, alguns pagamentos do INSS têm valor menor, nos casos de pensões por morte, divididas por grupos de familiares; auxílios-acidente, que complementam a remuneração de pessoas que perderam parte da capacidade de trabalho, mas não são inválidas; e descontos referentes a pensão alimentícia.