Desgovernado, o ônibus atravessou
o canteiro central e subiu na
calçada oposta, onde atropelou.

São Paulo

(AE) – Uma tentativa de assalto a um ônibus provocou um grave acidente por volta das 23h de anteontem na Avenida Sapopemba, zona leste de São Paulo, deixando pelo menos 6 pessoas mortas e outras 22 feridas. O acidente ocorreu depois que o motorista, atingido por tiros, perdeu o controle do veículo. O acidente aconteceu na altura do número 12.685 da avenida. O assaltante Edmilson Alves dos Santos abordou o cobrador Donizete Lopes Gomes, que tentou reagir. Na confusão, Santos disparou vários tiros, atingindo o motorista do veículo. Desgovernado, o ônibus atravessou o canteiro central e subiu na calçada oposta, onde atropelou pessoas que estavam em um ponto. Depois, bateu em uma casa e acabou em um terreno baldio. Das vítimas, cinco ficaram presas entre as ferragens do ônibus e morreram antes que pudessem ser socorridas. Entre os mortos, Santos e o motorista, que não tinha sido identificado até o início da tarde. A sexta vítima morreu no Hospital São Mateus, para onde foram levados outros 11 feridos. No Hospital Jardim Iva, foram atendidas seis pessoas, mas até a manhã de ontem apenas duas permaneciam internadas, entre elas o cobrador, que sofreu um trauma lombar. A alta dele estava prevista para a tarde. Das seis pessoas internadas no Hospital Santa Marcelina, quatro estão em estado grave.