A principal assessora da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, foi nomeada para a função de membro efetivo do Conselho Fiscal do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), segundo publicado nesta segunda-feira (7) no Diário Oficial da União (DO).

Erenice é secretária-executiva da Casa Civil e é apontada como responsável pela montagem do suposto dossiê com gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, sua esposa, Ruth Cardoso e ex-ministros. Erenice vai substituir César Acosta Rech, cuja exoneração a pedido, também foi publicada. Pela nova função, Erenice receberá verba adicional.