Uma série de ataques deixou ao menos seis mortos e dois feridos em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, em menos de duas horas. Os crimes aconteceram em quatro locais diferentes, com no máximo nove quilômetros de distância um do outro, entre a noite do domingo, 26, e a madrugada desta segunda-feira, 26.

Por volta das 23h40, os criminosos atiraram contra duas pessoas que estavam na Rua Gramado, no Conjunto Residencial do Bosque. Segundo a Polícia Militar, uma das vítimas morreu na hora e a segunda precisou ser levada para o Hospital das Clinicas Luzia de Pinho Melo, em Mogi. Não há informações sobre seu estado de saúde.

Cerca de 40 minutos depois, mais uma pessoa seria morta a tiros a menos de dois quilômetros do primeiro local. Outra vítima foi baleada e também precisou ser socorrida para o hospital. O ataque aconteceu na Rua Professor Gumercindo Coelho, na região da Vila Cecília. Esses dois primeiros casos foram registrados no 2º Distrito Policial (Brás Cubas) da cidade.

O terceiro ataque deixou um morto na Avenida D. Paulo Rolim Loureiro, na Vila Oliveira. Pouco depois, três pessoas foram mortas na Rua Presidente João Goulart, na Vila Caputera, a cerca dois quilômetros do crime anterior. Os quatro assassinatos foram registrados no 1º Distrito Policial (Centro).