O ator Rômulo Arantes Neto, o André de "Malhação", negou nesta quinta-feira (5) ter agredido e roubado uma prostituta, na madrugada de ontem. Ele confirmou que contratou a moça e dois travestis para um programa num motel em São Conrado. O rapaz disse que não havia percebido que se tratavam de dois homens. Arantes Neto, de 20 anos, prestou depoimento na 15.ª Delegacia de Polícia, na Gávea. "Agressão zero. Houve um grande mal-entendido", disse na saída o rapaz, que acusou a jovem de "querer aparecer".

Segundo Fabiana Costa, que registrou queixa contra Arantes Neto e o também ator Lui Mendes, eles ficaram agressivos ao perceberem que haviam contratado dois homens. O programa foi cancelado e, na volta para Copacabana, ela teria sido empurrada do carro por Mendes. A jovem acusa os atores e um amigo deles de não devolverem sua bolsa e seus sapatos.

Arantes Neto confirmou que ficou nervoso ao perceber que se tratavam de homens e os expulsou do motel. Eles ainda tentaram que Fabiana continuasse o programa, mas ela se recusou. No depoimento, o ator disse que ofereceu uma carona a Fabiana. A moça teria se negado a descer do carro sem receber os R$ 150 combinados entre eles. Arantes Neto disse que ela não foi empurrada do carro: Lui Mendes simulou que faria o pagamento fora do veículo, e quando ela desceu do carro, voltou correndo e mandou o amigo "arrancar".

Lui Mendes e o rapaz identificado como Carlos serão ouvidos na semana que vem pela delegada Márcia Julião. A jovem foi encaminhada para o Instituto Médico Legal para fazer exame de corpo de delito, para determinar se ela realmente foi agredida.