Os atores da Rede Globo Rômulo Arantes Neto e Lui Mendes são acusados de terem roubado e agredido uma prostituta, na madrugada de quarta, na zona sul do Rio. Eles podem ser indiciados ainda por exposição a perigo de vida, já que a moça contou que foi jogada do carro por Mendes.

A garota de programa Fabiane Pereira Costa contou, em depoimento à 15.ª Delegacia de Polícia (Gávea), que os atores e um amigo identificado apenas como Carlos a abordaram num bar na Rua Prado Júnior, em Copacabana. Eles também convidaram para o programa dois travestis, que pensavam ser mulheres. O grupo seguiu para o Motel Vips, em São Conrado.

No motel, Arantes, filho do ator Rômulo Arantes (morto em 2000), teria descoberto que havia contratado dois homens. Fabiane disse que Arantes ficou agressivo e dispensou os travestis. O programa foi cancelado. Fabiane pediu para ser deixada em Copacabana, mas os rapazes a teriam agredido. Ela contou que durante o trajeto de volta eles a ameaçaram, até que Mendes a teria empurrado do carro, no bairro do Jardim Botânico. A moça ficou sem a bolsa, onde havia R$ 360. Ferida sem gravidade no quadril, Fabiane foi levada à delegacia por policiais militares, onde prestou queixa. Arantes e Mendes foram intimados a prestar esclarecimento na delegacia.

Em 1995, Mendes interpretou o personagem homossexual Jefferson, na novela A Próxima Vítima. Durante a exibição, ele chegou a ser agredido. Arantes Neto tem 20 anos e interpreta André na novela Malhação. Em nota, a Assessoria de Imprensa do ator afirmou que ele prestará ?esclarecimentos à autoridade policial, adiantando que tudo não passa de um mal-entendido?.