Rio – O traficante Barbosinha, que aparece em gravações telefônicas ameaçando atacar a Universidade Estácio de Sá, foi preso ontem, em Rondônia, em uma ação conjunta com as Polícias Civil e Federal. Segundo a polícia, Barbosinha é chefe do tráfico de drogas no Morro do Turano, mas também atua em outras comunidades. “Esta prisão é o primeiro resultado concreto da integração entre as Polícias Civil e Federal”, disse o secretário de Segurança Pública, Anthony Garotinho.