Por volta das 18 horas desta quinta-feira, cerca de 200 homens do Batalhão de Choque da Polícia do Exército (PE) formavam um escudo-humano para proteger o Palácio do Planalto, assim que teve início a aproximação de manifestantes que ocuparam as vias da Esplanada dos Ministérios. Assessores da presidente Dilma Rousseff acompanham pelas janelas do palácio a movimentação. Enquanto isso, a Praça dos Três Poderes, localizada na parte posterior do Congresso, onde também fica o Supremo Tribunal Federal (STF), está praticamente deserta por causa do bloqueio da área pela Polícia Militar (PM).

Dilma está neste instante no Planalto, despachando no gabinete. O último compromisso dela no dia, de acordo com a agenda oficial, era uma audiência com a chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, às 16 horas. A mais recente estimativa da PM indica que a manifestação na Esplanada reúne cerca de 20 mil pessoas.