A criança de oito meses, Maria Eduarda da Silva, morreu nesta terça-feira (21) no Hospital da Restauração, no Recife, em decorrência de traumatismo craniano provocado pela mãe, Elânia Maria da Silva, de 19 anos. A agressão ocorreu na quinta-feira, na agrovila em que moravam, no município de Rio Formoso, na zona da mata sul de Pernambuco.

Depois de ter negado o crime, Elânia confessou que estava desesperada e embriagada – o pai da criança teria abandonado a família – e, por vingança, bateu a cabeça da filha no chão. Ela pediu socorro a vizinhos a quem disse que o bebê havia caído de cima da mesa. A criança foi levada para a urgência pediátrica do hospital. A mãe teve prisão decretada pelo juiz de Rio Formoso, Fábio Melo, e será encaminhada ainda hoje para a Colônia Penal Feminina, na capital do Estado.