Belo Horizonte

– Uma adolescente de 14 anos deu à luz na noite de anteontem um bebê bicéfalo na cidade de Ataléia, no Vale do Mucuri, a 516 quilômetros da capital mineira. Trata-se de uma criança do sexo masculino com duas cabeças ligadas a um único tronco, segundo o médico José Sabino de Oliveira, coordenador do Centro de Terapia Intensiva (CTI) Pediátrico do Hospital das Clínicas, em Belo Horizonte, para onde o recém-nascido foi transferido. “Do pescoço para baixo é como se fosse uma pessoa”, disse Sabino.

Os primeiros exames de ultra-sonografia revelaram que o bebê possui um coração e dois pulmões. Os médicos ainda investigam se outros órgãos apresentam anomalias. As cabeças são ligadas a duas colunas vertebrais, independentes, e não possuem ligação. “Estamos tentando identificar as anomalias para avaliar as possibilidades de sobrevida”, observou o médico, adiantando que o caso é raro na medicina e provavelmente o primeiro registrado no País.