Três bispos da Igreja Renascer em Cristo prestaram depoimento na tarde de segunda-feira (9), na 1ª Delegacia Seccional, no centro de São Paulo, sobre o desabamento do templo do Cambuci, zona sul da cidade, em 18 de janeiro, que deixou nove pessoas mortas. Láercio, Vladimir e Leandro foram ouvidos pelo delegado Dejar Gomes Neto. Segundo o advogado Luiz Flávio Borges D’Urso, que acompanhava os religiosos, os depoimentos colaboraram para esclarecer a estrutura de organização e administração da igreja.

Além disso, D’Urso também destaca que o depoimento também colaborou para informar sobre o contrato da igreja firmado com a empresa Etersul – que não teria registro no Conselho Regional de Engenharia e foi responsável pela troca das telhas. Ainda segundo D’Urso, os bispos são “leigos” e a empresa foi contratada com a certeza de ser idônea. Na segunda, três dos oito proprietários das casas interditadas por causa do acidente no templo entraram com o pedido de desinterdição dos imóveis na Subprefeitura da Sé.