Quatro pessoas foram presas e cerca de 180 quilos de sardinha foram apreendidos em uma blitz realizada hoje na Baía de Guanabara pela Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) para reprimir a pesca ilegal no estado. Também foram confiscados pelos agentes, quatro barcos que foram encaminhados para a Capitania dos Portos, além de materiais utilizados pelos pescadores, como redes e anzóis. As informações são da Agência Brasil.

 

Os detidos foram encaminhados para a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e o pescado recolhido será doado para comunidades carentes. Segundo o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, a ação teve como principal objetivo evitar um desequilíbrio no ecossistema.

 

“É extremamente importante que todos tenham essa conscientização a respeito desse tema. Existem muitas pessoas trabalhando de maneira totalmente ilegal e clandestina por isso estamos aqui hoje, para combater essa prática que traz muitos danos para o meio ambiente. Essa pesca predatória tem que ser dizimada. Nosso foco principal é reforçar a fiscalização para manter a um equilíbrio na natureza e ajudar aquele pescador que faz seu trabalho de maneira correta”, disse.