O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) afirmou nesta quarta-feira (21) que, na próxima semana, irá apresentar as provas de fraudes nas eleições 2014, quando Dilma Rousseff foi reeleita para a Presidência da República.

“Vou apresentar na quinta ou na sexta que vem [as provas de fraude eleitoral]. Vamos convidar a imprensa e nas mídias sociais, vamos demonstrar em uma hora e meia as perguntas de gente que entende do assunto sobre o que vamos apresentar. O que não podemos deixar é problema para as eleições do ano que vem”, afirmou o presidente em entrevista à rádio Jovem Pan de Itapetininga (SP).

+Leia mais! Bolsonaro confirma reforma ministerial para a próxima semana; veja o que deve mudar

Em 2014, o PSDB chegou a pedir uma auditoria dos votos junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), porém nenhuma evidência que comprometesse a eleição foi encontrada. Recentemente, diante das acusações de Bolsonaro sobre suposta fraude, o partido voltou a se manifestar.

O PSDB publicou uma manifestação no Twitter em 8 de julho dizendo que não houve fraudes no pleito. “O PSDB considera as eleições de 2014 limpas e confia nas urnas eletrônicas. Estará sempre na defesa da democracia.”