Rio – Pesquisa mundial sobre percepção de corrupção em 2006 realizada pelo Instituto Gallup mostrou que o Brasil está em 42.º lugar num ranking de 101 países. O Índice Mundial de Corrupção posicionou o Brasil abaixo de países como Benin e Senegal, mas foi acima da África do Sul, Nigéria, Coréia do Sul, Burkina Faso e Bolívia. O país melhor colocado no ranking foi a Fin-lândia, e o último, a Lituânia.

O Brasil, no entanto, figurou com melhor posição no índice de corrupção do que outros países emergentes, como o México, que ficou em 48.º lugar, a Índia, na 64.ª posição, e a Rússia, em 93º. A China não foi pesquisada pelo instituto.

O Gallup informou que as notas do índice têm relação com os níveis de aprovação dos dirigentes e satisfação com a liberdade. De acordo com o instituto, a comparação dos níveis de confiança e otimismo em países bem colocados na lista com os dos últimos lugares revela ?diferenças marcantes?. Entre os dez primeiros países da lista, por exemplo, a maioria dos residentes (55%) declarou que tem confiança nos dirigentes do seu país; número que cai para um terço (32%) entre os 10 últimos.

O estudo da Gallup questionou cerca de mil pessoas em 101 países entre 2005 e 2006 sobre a percepção da existência de corrupção generalizada no governo e nas empresas.