O Brasil intensifica neste sábado (30) a Campanha Nacional de Vacinação para a Eliminação da Rubéola com uma mobilização em todos os estados e no Distrito Federal. Cerca de 220 mil pessoas, entre voluntários e servidores da saúde, vão atender a população em 70 mil postos de vacinação, que ficarão abertos durante todo o dia. O objetivo é fortalecer a campanha, que segue até o dia 12 de setembro e tem o desafio de vacinar 70 milhões de pessoas (das quais, 35,3 milhões de mulheres e 34,7 milhões de homens).

A mobilização permitirá o cumprimento da meta de eliminar a rubéola das Américas até 2010. Devem procurar os postos homens e mulheres entre 20 e 39 anos. Nos estados do Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte a faixa etária vai dos 12 aos 39 anos.

Em Foz do Iguaçu (PR), representantes dos Ministérios da Saúde do Brasil, da Argentina e do Paraguai reúnem-se na Casa do Imigrante. A ação faz parte da mobilização articulada pela Organização Pan-americana de Saúde (Opas) para vacinar nas áreas de fronteira.

De Foz do Iguaçu sairá uma carreata para Aduana, cidade argentina, onde será encerrada a solenidade que simboliza a parceria entre os países para eliminar a rubéola.

Ao todo, 121 municípios brasileiros estão localizados ao longo dos 15.719 quilômetros de fronteira do Brasil com 10 países (Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Peru, Colômbia, Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa). Mais de 3 milhões de pessoas vivem nessas cidades.