Brasília – O governo brasileiro lamentou ontem a decisão dos Estados Unidos de exigir vistos aos passageiros que fizerem escala em seu território e advertiu que estuda a possibilidade de aplicar o princípio da reciprocidade, com uma medida similar. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, a exigência anunciada na segunda-feira pelo governo norte-americano, justificada como uma medida de segurança, afetou diretamente tanto os passageiros brasileiros como as companhias aéreas. “O governo brasileiro está estudando a situação tendo em conta o princípio da reciprocidade e à luz da legislação pertinente”, declarou o Ministério em um comunicado. “O governo lamenta a aplicação de tal medida aos cidadãos brasileiros, o que já provocou grandes transtornos e prejuízos para viajantes e companhias aéreas nacionais”.