O operário brasileiro Nelson Yataka Kawatake morreu asfixiado em um acidente de trabalho no Japão. A roupa do operário ficou presa a pregos expostos em uma máquina rotativa de papel e ele foi puxado. O acidente ocorreu na semana passada. João Roberto, filho de Kawatake, chegará nesta sexta-feira (25) com suas cinzas a Monte Sião, a 480 km a sudoeste de Belo Horizonte. Lá, cidade natal da vítima, será feito seu enterro.

Kawatake morava no Japão havia 17 anos. Ele era filho de pais japoneses e tinha 13 irmãos. Deles, oito foram para o país dos seus ascendentes para trabalhar. De acordo com a família, ele planejava voltar definitivamente ao Brasil dentro de dois meses. Sua idéia era usar o dinheiro que acumulou no Japão para cuidar de uma lavoura de café. Perícia determinou o ocorrido como acidente de trabalho. Com isso, mulher e quatro filhos deixados por ele terão direito a indenização.