Rio

– Pesquisa Ibope divulgada ontem, Dia Mundial de Combate ao Analfabetismo, revela que apenas 23% da população jovem e adulta brasileira domina habilidades matemáticas requisitadas nas tarefas cotidianas. De acordo com a pesquisa do Instituto Paulo Montenegro, braço social do Ibope, 77% das pessoas não são capazes de resolver questões que envolvam cálculo proporcional – que exijam mais de um passo para sua resolução – e também não conseguem ler mapas, tabelas e gráficos.

Outra constatação do levantamento é que 2% da população brasileira encontra-se em situação de analfabetismo matemático, ou seja, não dominam habilidades simples como ler o preço de produtos numa loja, anotar o número de um telefone que lhe foi ditado, contar dinheiro, calcular troco ou até mesmo consultar um calendário.

Realizada anualmente pela equipe do Ibope, a pesquisa visa contribuir para que a sociedade possa compreender e dimensionar os problemas da educação brasileira, de modo a fomentar o debate público e orientar a formulação, a implementação e a avaliação de políticas educacionais e propostas pedagógicas.

Nesta edição, o Ibope utilizou uma amostra nacional com duas mil pessoas de 15 a 64 anos, alcançando as mais diferentes regiões do País, em termos de localização geográfica, condições de urbanização, níveis socioculturais, econômicos, de escolaridade, considerando ainda o perfil de distribuição étnica e de gênero da população brasileira.