A escolha foi feita nesta sexta-feira pelo secretário-geral da ONU, Kofi Annan. Viera de Mello é o atual titular do Alto Comissariado de Direitos Humanos da entidade.

A escolha foi elogiada também pelo governo francês, segundo o qual Vieira de Mello é “conhecido por suas grandes qualidades que já foram comprovadas pela França em Kosovo e no Timor Leste, assim como em sua atual função”.

Resolução

A França foi a principal força de oposição no Conselho de Segurança da ONU à ação militar liderada pelos Estados Unidos no Iraque. Segundo a ONU, o mandato inicial de Vieira de Mello no Iraque será de quatro meses. Sua indicação ocorreu após a aprovação, na quinta-feira, da resolução 1483 do Conselho de Segurança da ONU, que acabou com as sanções econômicas ao Iraque implantadas no começo da década de 1990.

A resolução prevê que a ONU “trabalhará intensamente” com Estados Unidos e Grã-Bretanha para restaurar as instituições iraquianas e zelar pelos direitos humanos, reforma legal e judicial e pela reconstrução do país. (As informações são da BBC-Brasil)