O goleiro Bruno Fernandes Souza, o amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão, e o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola, Paulista ou Neném, saíram por volta das 16h40 do Departamento de Investigações de Homicídios e Proteção à Pessoa (Dihpp), em Belo Horizonte, transferidos para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem.

Eles foram escoltados por cinco viaturas policiais. A transferência foi considerada necessária pela polícia mineira para dar maior segurança aos principais suspeitos no caso de Eliza Samudio, que está desaparecida desde o início de junho e é considerada morta pela polícia.