O juiz responsável pelo caso da advogada Mércia Nakashima, que foi encontrada morta em uma represa de Nazaré Paulista (SP), decretou a quebra do segredo de Justiça sobre o caso na noite da última sexta-feira. De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), com essa decisão, a imprensa e os familiares da advogada poderão ter acesso aos dados do caso.

Além disso, o juiz ainda decretou a prisão temporária de Evandro Bezerra da Silva, de 38 anos, vigilante suspeito de ser o comparsa do ex-namorado de Mércia, que também é investigado pela morte da advogada. Até as 13h20 desta tarde, o vigilante estava foragido.

Mesmo com o decreto do juiz sobre a retirada do sigilo, a Secretaria de Segurança Pública do Estado informou na tarde de hoje que o delegado Antonio Olim não vai passar informações para não atrapalhar a investigação. A secretaria também informou que não há uma data definida para o depoimento do ex-namorado de Mércia, Mizael Bispo de Souza.