Foi liberado, na manhã desta terça-feira (07), o download do aplicativo pelo qual cerca de 20 milhões de trabalhadores informais terão acesso aos R$ 600 que serão pagos por três meses por conta do isolamento social gerado pela pandemia do coronavírus. Lembrando que esse valor varia de R$ 600 ou R$ 1,2 mil (para mães solteiras) e será liberado apenas para trabalhadores informais não inscritos em programas sociais. Em menos de uma hora, já eram mais de 9 milhões de acessos.

+Seis dúvidas frequentes sobre o pagamento do auxílio emergencial

Além do aplicativo, será disponibilizado uma página na internet e uma central de atendimento telefônico para a retirada de dúvidas e realização do cadastro.

Segundo o governo federal, o app da Caixa Econômica Federal específico para esta situação permitirá um cadastramento para que os trabalhadores que se encaixem no perfil da renda emergencial recebam a renda básica para o período de pandemia.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, ressaltou que o aplicativo Caixa | Auxílio Emergencial não consumirá dados de telefonia móvel, permitindo assim acesso a todos.

+ATENÇÃO! Cuidado para não cair em golpes! Faça o download do aplicativo oficial do Auxílio emergencial

Como vai funcionar?

A Caixa explicou que o pagamento será feito até 48 horas depois da conclusão do cadastro no aplicativo. O benefício será depositado em contas poupança digitais, autorizadas recentemente pelo Conselho Monetário Nacional, e poderá ser transferido para qualquer conta bancária sem custos. Quem não tem conta em bancos poderá retirar o benefício em casas lotéricas. O próprio aplicativo, ao analisar o CPF (Cadastro de Pessoa Física), verificará se o trabalhador cumpre os cerca de dez requisitos exigidos pela lei para o recebimento da renda básica.

Lembrando que os trabalhadores que contribuem para a Previdência Social, como autônomo ou como microempreendedor individual (MEI), já tiveram o nome processado pela Caixa Econômica e estão automaticamente aptos a receber o benefício emergencial.

Como será feito o pagamento?

O pagamento do benefício será feito ao longo de três meses (três parcelas), com operacionalização final pelas redes dos bancos públicos federais: Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil (BB), Banco da Amazônia (Basa) e Banco do Nordeste (BNB), além de casas lotéricas, após o cruzamento de dados para definir quem tem direito ao benefício. O recebimento do auxílio emergencial está limitado a dois membros da mesma família.

Coletiva sobre ações de enfrentamento no combate ao #coronavírus

#AoVivo – Presidente Jair Messias Bolsonaro, ministros e presidentes da Caixa e DATAPREV participam de coletiva sobre detalhamento do auxílio emergencial aos brasileiros. Acompanhe!#coronavírus #pandemia #COVID19

Posted by Agência Brasil on Tuesday, April 7, 2020

E pra quem tem Bolsa Família?

Quem já é inscrito no programa Bolsa Família, por exemplo, não precisa baixar o aplicativo. Segundo o governo, este grupo já está na base de dados e poderá, entre os dias 16 e 30, escolher se receberão o Bolsa Família ou a renda básica emergencial, optando pelo valor mais vantajoso.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: