O capitão do Exército Vander Cerqueira de Lima, 36, foi morto na noite de terça-feira, 20, em uma falsa blitz em Deodoro, próximo à Vila Militar, zona oeste do Rio. A mulher dele, a psicóloga Cláudia, 34, grávida de sete meses, também foi atingida na perna. O filho do casal Mateus, 2, nada sofreu. O oficial havia passado próximo ao piscinão de Deodoro quanto foi parado na falsa blitz.

Ele desceu do carro, levantou as mãos e disse "perdi, perdi, só quero tirar minha família do carro". Neste momento, teve início uma troca de tiros. Lima foi atingido por uma bala de fuzil. A mulher dele, ferida por um tiro de pistola, está internada no Hospital Central do Exército e não corre risco de morte. Ainda não há previsão do enterro.