O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, reuniram-se nesta terça-feira, 7, em Brasília para traçar estratégias de inteligência para o combate a atos de violência registrados nos últimos dias no Estado. Em entrevista a jornalistas, os dois não quiseram dar detalhes sobre as ações que serão adotadas, alegando que não podem comentar dados de inteligência.

Cardozo destacou as medidas tomadas nos últimos dias, entre elas a remoção de 20 presos para penitenciárias federais de segurança máxima. Além disso, foi montada uma estratégia para fechamento do Estado nos meios terrestre, aéreo e marítimo.

Com o objetivo de evitar a entrada e saída de drogas, armas e dinheiro, foram mobilizados integrantes das forças federais e estaduais. Tanto Cardozo quanto Colombo consideram que os resultados das medidas são excelentes e o processo está “arrefecendo”.