O belo sábado de sol levou os cariocas que iriam assistir aos shows do Live Earth mais cedo à praia de Copacabana. A primeira apresentação, de Xuxa, estava marcada somente para as 16 horas, mas de manhã já havia concentração de espectadores nas areias junto ao palco.

Pela manhã, técnicos e músicos fizeram testes de som. A cantora Vanessa da Mata, que se apresentaria depois do rapper norte-americano Pharell Williams e antes do grupo O Rappa, desistiu. Segundo a versão dos organizadores, ela havia pedido para cantar mais cedo (o horário previsto inicialmente era 18h50). Como não havia essa possibilidade, por conta da agenda dos outros cantores, Vanessa teria desistido de participar.

As atrações confirmadas eram Jota Quest, Marcelo D2, Alcione, MV Bill, Macy Gray, Jorge Ben Jor e, por fim, Lenny Kravitz. Cada show deveria levar meia hora. Por conta da saída de Vanessa, a expectativa era que Kravitz subisse ao palco mais cedo, às 21 horas. O público esperado era de 700 mil pessoas. O Live Earth começou em Sydney, na Austrália, e em Tóquio, no Japão. Ao longo do dia, haveria shows também em Xangai, Joanesburgo, Londres, Hamburgo e Nova York. O objetivo do megaevento é alertar a população mundial quanto ao problema do aquecimento global.