Campinas

– O juiz Maurício Henrique Guimarães Filho determinou, no fim da noite desta anteontem, a transferência de Alexandre e Sara Alvarenga do Hospital da PUC, onde estavam internados, para prisões em Campinas e Valinhos. O casal foi internado depois de agredir os filhos de 1 e de 6 anos após um acidente de trânsito em Campinas. No domingo passado, Alexandre arremessou o bebê contra o pára-brisa de uma caminhonete e depois, com a ajuda da mulher, bateu várias vezes a cabeça da filha numa árvore.

A decisão do juiz em transferir o casal para prisões foi baseada em um laudo emitido por médicos do hospital da PUC, que considerou o estado mental dos dois como “normal”. Alexandre foi levado para a carceragem do 2.º DP e depois para o Centro de Detenção Provisória. Sara foi para a cadeia feminina de Valinhos.