Centenas de estudantes se concentram na Praça Portugal, de onde pretendem sair em passeata para quatro destinos na Aldeota, bairro nobre de Fortaleza. Antes, a ideia era seguir para três locais: Palácio da Abolição (sede do governo do Ceará), Avenida Santos Dumont (centro financeiro) e Avenida Beira-Mar. Mais um destino foi incluído: Assembleia Legislativa do Estado.

O comércio no entorno da Praça Portugal fechou. São dois shoppings e lojas de rua que resolveram encerrar o expediente mais cedo, com medo de saques. O Movimento Passe Livre (MPL) pretende reunir os manifestantes até ás 19 horas, quando deve começar a saída das passeatas. O Batalhão de Choque está de prontidão na área.

Nesta quinta-feira, o Comando da Polícia Militar (PM) afirmou que, na manifestação desta quarta-feira, 19, realizada pelo Movimento Mais Pão, Menos Circo, onde 30 mil marcharam rumo à Arena Castelão, 50 policiais militares foram feridos. O Sindicato dos Jornalistas do Ceará afirmou em nota que seis profissionais de imprensa foram atingidos. A organização da passeata, que foi reprimida pelos policiais, destacou que mais de cem manifestantes foram feridos pelos PMs com balas de borracha e jactos de pimenta.