Rio – Debate, missa e apresentações teatrais lembram hoje os dez anos da Chacina da Candelária, em que oito menores de rua foram assassinados por policiais militares enquanto dormiam em frente à Igreja da Candelária, no centro do Rio. Os eventos no local começam às 9h. Durante a celebração oito crianças entrarão na igreja carregando placas com o nome das vítimas do massacre. “Durante esses dez anos nunca deixamos de fazer atos para lembrar a chacina. É uma dívida que temos com as crianças”, disse Sebastião Bernardino de Andrade. Ele conta que, durante o evento, as pessoas vão dar um abraço na cruz que simboliza o local onde os menores foram assassinados na madrugada de 23 de julho de 1993.