Cinco mil manifestantes do Movimento Passe Livre saíram em passeata na noite desta quinta-feira em Fortaleza. O protesto, composto por estudantes, saiu da Praça Portugal, passou pela Assembleia Legislativa e terminou no Palácio da Abolição (sede do Governo do Estado do Ceará). Os estudantes, com a manifestação, cobram a redução da passagem de ônibus de R$ 2,20 para R$ 2,00.

Ao longo da passeata os manifestantes foram acompanhados por policiais militares. O momento mais tenso aconteceu quando os estudantes chegaram na Assembleia Legislativa e foram recebidos pelos policiais com bombas de gás. Da Assembleia os estudantes recuaram e subiram pela Avenida Pontes Vieira, entrando na Avenida Barão de Studart até alcançarem o Palácio da Abolição.

Lá eles gritaram palavras de ordem contra o governador Cid Gomes (PSB) e contra o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB). Na Assembleia os estudantes conseguiram ainda marcar uma audiência com o presidente da Casa, José Albuquerque (PSB). Uma comissão de estudantes será recebida nesta sexta-feira, 21, pelo presidente da Assembleia, quando eles apresentarão uma pauta de reivindicações para melhorias no transporte público no Estado.