Brasília – Em audiência conjunta das comissões de Minas e Energia e da Amazônia na Câmara dos Deputados sobre o massacre de garimpeiros por índios cintas-largas, em Rondônia, o governador do Estado, Ivo Cassol, disse que os conflitos na região, onde há jazidas de diamantes, se devem à ganância de índios e garimpeiros. “É audácia de tudo quanto é lado. A cobiça é demais”, afirmou o governador. Segundo ele, a presença do Exército e de policiais militares e federais garante um pouco de paz, mas os conflitos continuam durante anos porque “os índios se acostumaram com sombra e água fresca”. Um dia que fomos com helicóptero lá dentro, um índio perguntou pro nosso piloto se não queria vender o helicóptero”, relatou Cassol.