Em CPI, comandante afirma que problema aéreo é falta de pessoal
Os comandantes dos Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindactas) 3 e 4, coronéis-aviadores José Alves Candez Neto e Eduardo Antonio Carcavallo Filho, elogiaram nesta terça-feira (3) os recursos tecnológicos disponíveis para o controle aéreo em depoimento à CPI do Apagão Aéreo na Câmara. "Falhas acontecem como em qualquer sistema tecnológico" admitiu Carcavallo Filho. Segundo os comandantes, a principal dificuldade do sistema hoje é a falta de pessoal.