Um homem de 38 anos confessou hoje ter matado os pais, uma irmã e um sobrinho com golpes de martelo e marreta no município catarinense de Penha (110 km de Florianópolis).

Segundo a Polícia Civil, ele é usuário de cocaína e disse que queria matar a irmã, mas decidiu assassinar os outros para que não sofressem.

A família foi encontrada morta dentro de casa no fim da noite de sexta-feira, no bairro Armação. Luiz Carlos Flores, que estava na mesma casa, não apresentou nenhum ferimento.

Ele havia dito primeiramente à polícia que estava tomando banho no momento dos crimes. Hoje, em novo depoimento, apresentou contradições e acabou reconhecendo a autoria dos assassinatos, ainda de acordo com a polícia, que pediu a prisão preventiva dele.

Segundo relato de Flores, ele matou primeiro a mãe, de 69 anos, com uma marreta no fundo da casa. Depois usou um martelo para golpear a irmã, de 41, o sobrinho, de 10, e o pai, de 72, que estavam em dois quartos.
Ele ainda não tem advogado, de acordo com a polícia. A perícia do crime ainda está em análise pelo IML (Instituto Médico Legal).

O casal de idosos era muito conhecido na região e tinha no total 11 filhos.