O Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, abriu para pousos no início da manhã desta quarta-feira (25), mas as operações ocorrem apenas por instrumentos em razão do mau tempo. As decolagens começaram normalmente às 6 horas e prosseguem sem problemas. Entre 6 horas e 7 horas, seis dos 13 vôos previstos tiveram atrasos superiores a uma hora e outros dois foram cancelados.

O tráfego aéreo prossegue apenas pela pista auxiliar, dependendo do tamanho e do peso da aeronave. A venda de passagens continua suspensa. De acordo com a assessoria de imprensa da Infraero em Congonhas, ao contrário do que fora anunciado ontem, as obras para a instalação do grooving, as conhecidas ranhuras na pista principal para permitir o escoamento da água, não começaram nesta madrugada.

O órgão informou que o que foi dito ontem era apenas uma previsão e não uma certeza. Provavelmente em razão da chuva, os trabalhos acabaram não acontecendo. O Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, em Cumbica, Guarulhos, está aberto para pousos e decolagens. No entanto, as operações estão sendo feitas por instrumentos em razão da chuva.

Segundo a assessoria de imprensa da Infraero, seis dos 37 vôos programados da zero hora até 7 horas sofreram atrasos maiores que uma hora. Outros dois acabaram cancelados. Durante a madrugada, outros quatro vôos foram desviados para Cumbica vindos de Congonhas.