O Ministério das Relações Exteriores informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que vai prestar todo apoio necessário à família do brasileiro Edmar Alves de Araújo, 34 anos, que morreu no estado norte-americano de Rhode Island. Ele estava sob custódia da norte-americana, após ter sido preso por suposta infração no trânsito.

De acordo com o Itamaraty, o consulado brasileiro em Boston foi informado sobre o falecimento de Araújo na última quarta-feira (8), mesmo dia em que, segundo o órgão, o brasileiro morreu. O Itamaraty também informou que se mantém em permanente interlocução com as autoridades locais que investigam as circunstâncias e as causas da morte do brasileiro.