A Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara dos Deputados que investiga a crise aérea deve tomar nesta terça-feira (7) dois depoimentos. O primeiro a ser ouvido é o representante do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), Fernando Camargo, que coordena a investigação sobre o acidente com o avião da TAM em Congonhas. Ele acompanhou a análise das duas caixas-pretas do avião em Washington (EUA).

O segundo depoimento, às 14h, será do diretor-presidente da Pantanal Linhas Aéreas, Marcos Sampaio Ferreira. Ele foi chamado porque um avião da companhia derrapou na pista de Congonhas no dia anterior ao acidente com o Airbus da TAM.

No Senado, a CPI da Crise Aérea reúne-se às 11 horas para ouvir os procuradores da República Matheu Baraldi Magnani, do município paulista de Guarulhos, e José Ricardo Meirelles e Paulo Roberto Galvão de Carvalho, de Campinas. Também devem participar dessa reunião os procuradores da República Suzana Fairbanks Lima e Fernanda Teixeira Souza Taubemblatt, de São Paulo; Hélio Telho Correa Filho, de Goiás; e Bruno Caiado Acioli, do Distrito Federal.