Brasília – O depoimento da empresária paranaense Sílvia Pfeiffer à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Apagão Aéreo no Senado Federal foi adiado para a próxima terça-feira (10), às 10 horas, devido a problemas de saúde da empresária.

Ela pediu o adiamento pela manhã. Em seguida, o presidente da CPI, senador Tião Viana (PT-AC), pediu que uma junta médica da Casa avaliasse o estado de saúde dela.

No dia 21 de junho, Pfeiffer prestou depoimento na comissão e afirmou haver esquemas de corrupção ligados à veiculação de publicidade e a obras em aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Segundo ela, há favorecimento de empresas de publicidade por funcionários da Infraero.

Silvia Pfeiffer era sócia da empresa Aeromídia, que mantinha contratos de veiculação de publicidade com a Infraero. A estatal nega as acusações, mas abriu sindicância para apurá-las.