A CPI do Apagão Aéreo ouve na manhã desta terça-feira (3) os comandantes dos Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindactas) 3 e 4, coronéis-aviadores José Alves Candez Neto e Eduardo Antonio Carcavallo Filho, respectivamente. O Cindacta 3 localiza-se em Recife e o Cindacta 4 em Manaus.

Segundo a Agência Câmara, o presidente da CPI, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), informou que os depoimentos dos responsáveis pelos Cindactas 1 e 2 foram adiados desta terça para quinta-feira (5) por causa de solicitação do comandante da Aeronáutica, Juniti Saito. Saito enviou ofício à CPI pedindo que os oficiais fossem ouvidos em duplas, por não achar previdente deixar os quatro centros sem seus comandantes.