A presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Mista dos Cartões Corporativos, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), deverá pôr em votação nesta quinta-feira (3), em sessão administrativa, 34 requerimentos de convocação de autoridades. Marisa reuniu-se nesta quarta-feira (2) com os parlamentares de oposição que integram a CPI. Com essa estratégia, a oposição pretende expor os parlamentares da base aliada ao governo, que são maioria na comissão e impedem a aprovação de requerimentos de convocações de ministros – como a chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff – e pedidos de transferência de sigilo de gastos do governo.

"Os governistas terão de assumir a responsabilidade de colocar toda a sujeira para baixo do tapete", disse o líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (RN), um dos participantes da reunião-almoço dos oposicionistas com a presidente da CPI Mista dos Cartões Corporativos, na residência dela. Marisa quer conversar ainda nesta quarta-feira (2) com representantes da base governista na CPI para lhes comunicar que haverá a votação de requerimentos na sessão de quinta-feira (3).