O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Nilson Naves, afirmou ontem em Florianópolis (SC), que o projeto de criação das 183 varas federais foi aprovado no Congresso Nacional de modo contrário às expectativas. “Digo isso porque foram feitos acordos políticos, verdadeiras barganhas, e a aprovação se deu à revelia da minha pessoa, e conseqüentemente, sem o expresso consentimento do Conselho da Justiça Federal, tendo sido modificado um dos mais importantes aspectos: o critério de distribuição das varas”, afirmou.

As declarações de Nilson Naves se deram na abertura do 2.º Encontro Nacional dos Juízes Federais, ao se referir à elaboração do projeto inicial que obedeceu a critérios técnicos para a localização das varas federais.