Nove vítimas do incêndio que atingiu uma academia e um prédio residencial na República, centro de São Paulo, na madrugada desta sexta-feira, 8, permaneciam internadas em hospitais da capital paulista nesta tarde. Uma criança e um idoso estão em estado grave. A academia e o prédio estavam com alvarás vencidos, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

Das vítimas, cinco estão internadas na Santa Casa de Misericórdia da capital. Com quadro estável, quatro estão em observação. Um homem de 70 anos está em estado grave após ter 15% do rosto queimado, além de sofrer ferimentos nas mãos. Segundo a assessoria da Santa Casa de Misericórdia, o Corpo de Bombeiros teve dificuldade em resgatá-lo. Ele está entubado.

No Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), estão dois adultos, com quadro estável, e uma criança, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O HC não soube informar a idade nem o sexo do menor. Outros três menores foram encaminhados para a unidade, mas já tiveram alta.

A outra vítima ainda internada está no Hospital do Servidor Público Municipal. O quadro de saúde é estável. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) afirmou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em conjunto com os bombeiros, montou um posto médico avançado próximo do local do incêndio. Pelo menos 46 pessoas foram atendidas no local ou encaminhadas para hospitais.