Uma criança foi morta, com um tiro no rosto, ontem, após encontrar a arma do pai dentro de casa, em Botucatu, no estado de São Paulo.

No momento em que jogava videogame na sala com três colegas, M.E.C encontrou um revólver calibre 38 sobre a estante. Um dos colegas, W., de 16 anos, pegou a arma, retirou as munições e começou a brincar com os demais, puxando o gatilho. Sem saber que ainda havia uma munição, acabou disparando e atingiu o rosto de M.E.C., que morreu a caminho do hospital da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

O pai da vítima, Halysson Gonçalves de Camargo, de 34 anos, ao saber do ocorrido, foi para a casa e ainda tentou esconder a arma no quintal. O revólver, de numeração raspada, foi encontrado por policiais militares, que detiveram Camargo em flagrante por porte ilegal de arma. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Botucatu.