Um incêndio destruiu o palco do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Sentinela do Planalto, em Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul, na fronteira do Brasil com o Uruguai, na madrugada desta quinta-feira (11), dois dias antes da celebração, no local, de 28 casamentos, entre os quais uma união homoafetiva.

A polícia investiga o caso, mas admite que o CTG pode ter sido alvo de ataque criminoso. As evidências são telefonemas anônimos a diretores do clube com a ameaça de atear fogo ao galpão como protesto pela admissão do casamento gay.

A polícia também sabe, ainda informalmente, que uma testemunha viu quatro homens se dirigindo ao local dentro de um automóvel branco pouco antes de o incêndio começar.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook