A delegada Elenilce Gabriel dos Santos, de 36 anos, que trabalhava como titular no 01º Distrito Policial de Sumaré, região de Campinas, interior do Estado, foi morta a tiros, por volta das 21h de segunda, pelo próprio marido, Osvaldo Bittancourt investigador do 02º Distrito Policial da cidade. Depois de matar Elenice, o policial tentou se matar com dois tiros no peito.

Osvaldo segue internado em estado grave no pronto-socorro estadual de Sumaré. O crime ocorreu dentro da residência do casal, no bairro Guarapari, em Nova Odessa, cidade vizinha a Sumaré. O corpo da delegada e o agressor foram encontrados no quintal. De acordo com a polícia, Bittancourt utilizou pistolas calibre 45 e ponto 40 no crime. A polícia não soube informar o que teria motivado o crime.