Brasília – Numa de suas músicas, o deputado federal e cantor de forró Edigar Mão Branca (PV-BA) canta: ?Por favor, não se meta jamais em meu caso de amor / Nem vem que não tem, nem vem?. Em defesa do ?caso de amor? com o chapéu de couro, Mão Branca pediu mandado de segurança preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF), depois que a mesa diretora da Casa anunciou possível e iminente proibição do uso do acessório na Câmara dos Deputados.

Até agora, o pedido da proibição do chapéu no plenário não foi confirmado.