O desfile em comemoração ao Dia da Independência do Brasil, nesta quarta-feira (07), em Curitiba, vai reunir unidades do Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal de Curitiba, além de diversas instituições civis, entre escolas municipais e estaduais e outras entidades sociais.

O governador Beto Richa e general José Luiz Dias Freitas, comandante da 5ª Região Militar do Exército, abrem a parada cívica às 8h30, com a revista às tropas.

Logo depois, começará o desfile pela Avenida Cândido de Abreu, no Centro Cívico.

O desfile cívico-militar terá a participação de três escolas da rede municipal de ensino, 12 escolas da rede pública estadual e 18 entidades civis, que irão abrir o desfile. O principal objetivo do tradicional desfile cívico-militar é cultuar o “Dia da Pátria”, além de cultuar valores de civismo, amor à Pátria, liberdade e soberania do povo brasileiro.

Nesse momento será feito um retrospecto da história brasileira dos tratados de Tordesilhas ao período democrático. O desfile deste ano, promovido pelo Governo do Estado em cooperação com as Forças Armadas, comemora os 194 anos da Independência do Brasil.

Militar

A segunda etapa da cerimônia será o desfile militar. Serão aproximadamente quatro mil soldados e veículos do Exército, Marinha e Aeronáutica, além dos ex-combatentes da heroica Força Expedicionária Brasileira (FEB).

Além dos efetivos que desfilarão a pé, haverá o desfile da linha de bandeiras históricas, o desfile de viaturas e blindados. Tropas a cavalo finalizarão a ação cívico-social. Está prevista, também, a participação conjunta da banda da 5ª Divisão de Exército com a banda do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo II (Cindacta II), a Banda da PMPR e Banda Lira Curitibana.

No dia do desfile, o trânsito de veículos na Avenida Cândido de Abreu e em outras ruas da região do Centro Cívico estará bloqueado. O desfile marca o encerrando da Semana da Pátria. Após o desfile militar, terá a solenidade da extinção do fogo simbólico da pátria.