O Disque-Denúncia, parceria entre o Movimento Rio de Combate ao Crime (MovRio) e a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, está oferecendo recompensa para quem passar informações que levem à localização de fábricas clandestinas de balões, festivais, soltura e comercialização. O valor da recompensa pode chegar a R$ 2 mil.

As ligações pelo telefone (21) 2253 1177 são anônimas e podem ser feitas a qualquer hora do dia. Todas as informações são repassadas ao Batalhão de Polícia Florestal e Meio Ambiente (BPFMA) ou para a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA).

Segundo o Disque-Denúncia, foram registradas 236 denúncias este ano, levando à apreensão de 18 balões de tamanhos variados, mais de 500 fogos de artifícios, além de cangalhas e farto material para confecção de balões.

Quem provocar incêndio em florestas ou matas pode pegar de dois a quatro anos de prisão, segundo a Lei 9.605. Já a pena para quem fabricar, vender, transportar ou soltar balões é de um a três anos de prisão ou multa de R$ 1 mil a R$ 10 mil. Em alguns casos, ambas as penas podem ser aplicadas.