O concurso público para o cargo de Analista Jurídico para o Ministério Público de São Paulo teve seu edital divulgado no Diário Oficial de São Paulo desta terça-feira (17). Serão 60 vagas distribuídas entre São Paulo, capital, além das cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Franca, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Vale do Ribeira. Os salários chegam a R$ 7,6 mil, mais benefícios.

As provas serão realizadas pela fundação Vunesp e as inscrições podem ser feitas entre os dias 24 deste mês até p dia 22 de agosto. A taxa de inscrição é de R$ 120.

Atribuições ao cargo de Analista Jurídico do MP-SP

– Prestar auxílio técnico-jurídico às atividades processuais e extraprocessuais do Ministério Público;
– Elaborar minutas de peças processuais, pareceres e outras manifestações próprias da função de execução, além de análises, estudos, exames, pesquisas, relatórios e trabalhos de natureza jurídica atinentes a feitos judiciais ou procedimentos administrativos de alçada do Ministério Público;
– Auxiliar na realização de audiências, reuniões e sessões, referentes à execução de atividades processuais ou extraprocessuais do Membro do Ministério Público;
– Acompanhar o andamento de processos judiciais, inquéritos policiais ou civis ou procedimentos administrativos sob a presidência do Ministério Público, prestando informações ao membro do Ministério Público;
– Realizar diligências determinadas pelo membro do Ministério Público;
– Assegurar a exatidão e o fluxo normal de ofícios, certidões, laudos, documentos, atestados, informações, circulares, processos judiciais e outros textos oficiais pertinentes aos membros do Ministério Público;
– Preparar a entrada e saída de dados ou inserir dados em sistemas aplicados de recepção, controle e andamento de procedimentos administrativos e processos judiciais;
– Elaborar ofícios, pareceres, planilhas, tabelas e gráficos, utilizando-se de diversos “softwares”;
– Acompanhar publicações de interesse de sua área no Diário Oficial;
– Receber e restituir, sob supervisão, procedimentos e processos administrativos e judiciais
– Manter registro e controle das atividades desenvolvidas, apresentando os consequentes relatórios;
– Cumprir, no que couber, as disposições aplicáveis aos Oficiais de Promotoria e demais servidores;
– Realizar, mediante determinação superior, contatos com pessoas e organismos públicos ou privados para atender às necessidades de trabalho;
– Executar demais tarefas correlatas a seu cargo que lhe forem atribuídas pelo órgão do Ministério Público.