Brasília – Enquanto os senadores aguardam a chegada da perícia da Polícia Federal, novos documentos sobre o caso Renan Calheiros continuam a chegar ao Senado. Dessa vez, foram cerca de 80 páginas que tratam da defesa de Renan Calheiros entregues nesta terça-feira (21) ao 1º vice-presidente da Casa, senador Tião Viana (PT-AC).

Ele disse que esses novos documentos chegaram de Alagoas e já foram encaminhados à Polícia Federal para complementação da perícia. ?Hoje chegaram mais documentos e que foram enviados, como todos até agora, ao ministro da Justiça, que encaminha à perícia da Polícia Federal. São documentos oriundos do estado de Alagoas como fatos relevantes à apreciação da perícia?, disse.

Quando perguntado se a chegada aos poucos de documentos ao Senado seria uma forma de o presidente da Casa atrasar o seu processo, Tião Viana evitou fazer comentários. ?Não posso fazer um juízo de valor sobre a tentativa de procrastinação ou não do senador Renan Calheiros?, disse.

Segundo Tião Viana, assim que o relatório da Polícia Federal chegar ao Senado, vai encaminhar ao Conselho de Ética. A partir daí, Renan terá cinco dias para apresentar sua defesa.